ACICLOVIR CREME - Informações técnicas

Propriedades Farmacodinâmicas
O aciclovir é um agente antiviral altamente ativo in vitro contra o vírus Herpes simplex (VHS), tipos I e II, e o vírus Varicella - zoster. Sua toxicidade para células infectadas de mamíferos é baixa. O aciclovir é fosforilado em seu composto ativo, o trifosfato de aciclovir, após penetrar nas células infectadas pelo Herpes. A primeira etapa deste processo requer a presença da timidina quinase codificada pelo VHS. O trifosfato de aciclovir age como inibidor e substrato para a ADN polimerase específica do Herpes, impedindo a síntese do ADN viral, sem afetar os processos celulares normais.
Propriedades Farmacocinéticas
Estudos farmacológicos, demonstram somente uma mínima absorção do aciclovir, após contínuas aplicações tópicas deste medicamento.
Estudos de segurança pré-clínica
Mutagenicidade
Os resultados de uma grande série de testes de mutagenicidade in vitro e in vivo indicaram que o aciclovir não apresenta risco genético ao homem.
Fertilidade
Efeitos adversos, na sua maioria reversíveis, sobre a espermatogênese, em associação com toxicidade global em ratos e cães, foram relatados apenas com doses de aciclovir sistêmico que excediam muito aquelas empregadas terapeuticamente. Estudos de duas gerações em camundongos não revelaram qualquer efeito do aciclovir, administrado oralmente, sobre a fertilidade. Não há experiência sobre o efeito de aciclovir, formulação tópica, na fertilidade da mulher. Os comprimidos de aciclovir não mostraram ter efeito definitivo sobre a contagem, a morfologia ou a motilidade dos espermatozóides no homem.
Carcinogenicidade
Em estudos de longo prazo, o aciclovir não demonstrou ser carcinogênico em ratos e camundongos.