ALVESCO - Reações adversas

Aproximadamente 5% dos pacientes tiveram reações adversas em testes clínicos com Alvesco® ministrado em doses de 40 a 1280 mcg ao dia. Na maioria dos casos, tais reações foram leves e não exigiram a descontinuação do tratamento com Alvesco®.

O broncoespasmo paradoxal pode ocorrer imediatamente após a administração e é uma reação aguda não-específica a todos os medicamentos inalatórios que pode estar relacionado à droga, ao excipiente ou ao resfriamento da evaporação, no caso de inaladores dosimetrados. Em casos graves, a retirada de Alvesco® deve ser considerada.
Podem ocorrer efeitos sistêmicos de corticosteroides inalatórios, particularmente em doses acima das recomendadas, por longos períodos (veja também item Advertências).
Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA, disponível em http://www8.anvisa.gov.br/notivisa/frmCadastro.asp, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal. Informe também a empresa através do seu serviço de atendimento.