ATENASE - Informações técnicas

A niclosamida é um derivado halogenado da salicilamida. Atinge as parasitores causadas por Taenia solium, Taenia saginata, Hymenolepis nana e Hymenolepis diminuta.
A niclosamida age inibindo a formação dos microtúbulos através do bloqueio da captação de glicose, resultando na depleção de glicogênio dos parasitas e formação reduzida da adenosina trifosfato (ATP), necessária para a sobrevivência e reprodução dos parasitas. Conseqüentemente ocorre paralisia e morte dos vermes, os quais são eliminados com as fezes. A niclosamida não interfere no metabolismo da glicose no homem devido o sistema microtubular das células do hospedeiro ser diferente daquele dos helmintos.
A niclosamida apresenta absorção insignificante pelo trato gastrintestinal, permanecendo por período prolongado em contato com os parasitas intestinais. É eliminado pelas fezes na forma inalterada.
A presença de alimentos não interfere com a ação terapêutica da niclosamida.
Na teníase, parasitose causada pela Taenia saginata (tênia do boi) ou a Taenia solium (tênia do porco), os vermes adultos habitam o intestino delgado humano. A parasitose é adquirida pela ingestão de carne bovina ou suína crua ou mal cozida contaminada com cisticercos.
Os sintomas são caracterizados por dores abdominais, náuseas, flatulência e diarréia, aumento do apetite, emagrecimento.
Na himenolepíase, parasitose causada pela tênia Hymenolepis nana e raramente pela Hymenoplepi diminuta, os vermes adultos são encontrados no intestino delgado humano. Esta parasitose ocorre principalmente em crianças e manifesta-se por grande número de vermes. O modo de transmissão mais freqüente é através da ingestão de ovos do parasita presentes em alimentos, água e nas mãos. A maioria dos pacientes são assintomáticos e a sintomatologia está relacionada diretamente com a idade e o grau de infecção parasitária. Os principais sintomas são agitação, irritabilidade, diarréia, cólicas abdominais, emagrecimento, urticária, prurido na região anal.