COZAAR - Posologia e modo de usar

MODO DE USAR E CUIDADOS DE CONSERVAÇÃO DEPOIS DE ABERTO Conservação
Mantenha em temperaturas entre 15°C e 30°C e proteja da luz.
POSOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO
COZAAR® pode ser administrado com ou sem alimentos.
COZAAR® pode ser administrado com outros agentes anti-hipertensivos
Hipertensão
A dose usual inicial e de manutenção é de 50 mg uma vez ao dia para a maioria dos pacientes. O efeito anti-hipertensivo máximo é obtido 3 a 6 semanas após o início do tratamento. Alguns pacientes podem obter benefício adicional se a dose for aumentada para 100 mg uma vez ao dia.
Para pacientes com depleção de volume intravascular (por exemplo, pacientes tratados com altas
doses de diuréticos), deve ser considerada uma dose inicial de 25 mg uma vez ao dia (veja
ADVERTÊNCIAS).
Não há necessidade de ajuste posológico inicial para pacientes idosos ou pacientes com insuficiência renal, inclusive para pacientes em diálise. Deve ser considerada a utilização de uma dose mais baixa para pacientes com histórico de insuficiência hepática (veja ADVERTÊNCIAS).
Redução do risco de morbidade e mortalidade cardiovascular em pacientes hipertensos com hipertrofia ventricular esquerda
A dose usual inicial de COZAAR® é de 50 mg uma vez ao dia. Uma dose baixa de hidroclorotiazida deve ser adicionada e/ou a dose de COZAAR® deve ser aumentada para 100 mg uma vez ao dia, com base na resposta da pressão arterial.
Insuficiência cardíaca
A dose inicial de COZAAR® para pacientes com insuficiência cardíaca é de 12,5 mg uma vez ao dia. Geralmente, a dose deve ser titulada com intervalos semanais (isto é, 12,5 mg/dia, 25 mg/dia, 50 mg/dia) até a dose usual de manutenção de 50 mg uma vez ao dia, de acordo com a tolerabilidade do paciente.
Proteção Renal em Pacientes com Diabetes tipo 2 e Proteinúria
A dose usual inicial é de 50 mg uma vez ao dia. Essa dose pode ser aumentada para 100 mg uma vez ao dia com base na resposta da pressão arterial. COZAAR® pode ser administrado com outros vez ao dia com base na resposta da pressão arterialagentes anti-hipertensivos (por exemplo, diuréticos, bloqueadores dos canais de cálcio, alfa ou betabloqueadores e agentes de ação central) e também com insulina e outros agentes hipoglicemiantes comumente utilizados (por exemplo: sulfoniluréias, glitazonas e inibidores da glucosidase).