Índice Remédio DIPROPIONATO DE BETAMETAS+ÁC.SALICÍLICO

Apresentações
Pomada Dermatológica
dipropionato de betametasona 0,5 mg/g + ácido salicílico 30 mg/g
- Embalagem contendo bisnaga de 30 g.
USO TÓPICO - ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 12 ANOS
Composição
Cada grama da pomada contém: dipropionato de betametasona 0,64 mg (*equivalente a 0,5 mg (0,05%) de betametasona e 30 mg (3%) de ácido salicílico). Veículo q.s.p. 1 g (óleo mineral e petrolato branco).
Informações ao paciente
Ação esperada do medicamento: o produto está indicado para o alívio das manifestações inflamatórias de dermatoses secas e hiperceratósicas sensíveis aos corticóides. O ácido salicílico é um agente ceratolítico e antisséptico.
Cuidados de armazenamento: conservar em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C). Após a sua aplicação, manter a bisnaga bem fechada a fim de preservar a sua estabilidade.
Prazo de validade: 24 meses. Não utilize o medicamento se o seu prazo de validade estiver vencido, o que pode ser verificado na embalagem externa do produto.
Gravidez e lactação: informe seu médico a ocorrência de gravidez durante o tratamento ou após o seu término. Informe seu médico se está amamentando.
Cuidados de administração: siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, o número de aplicações e a duração do tratamento. Somente para uso dermatológico.
Interrupção do tratamento: não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Reações adversas: informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis como irritação, prurido, ardência e ressecamento da pele.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Contra-indicações e Precauções:
informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento. O produto está contra-indicado em pacientes com alergia a qualquer um de seus componentes. Caso ocorra irritação ou sensibilização com o uso de dipropionato de betametasona + ácido salicílico pomada, o tratamento deverá ser descontinuado. O produto tem atividade terapêutica eficaz e boa tolerância local. O produto não está indicado para uso oftálmico. Evite o contato com os olhos e as mucosas.
NÃO USE MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE.
Informações técnicas
Características: o ácido salicílico possui atividade ceratolítica, antisséptica, bacteriostática e fungicida. O dipropionato de betametasona tem ação antiinflamatória e antipruriginosa associada a um efeito vasoconstritor prolongado permitindo menor freqüência de aplicações. O ácido salicílico libera a ceratina, elimina o epitélio cornificado, descamando a epiderme, tornando a pele mais acessível à ação da betametasona e mais receptiva à ação bacteriostática e fungicida do próprio ácido salicílico.
Farmacocinética: os corticosteróides tópicos podem ser absorvidos através da pele saudável e intacta. A extensão da absorção percutânea de corticosteróides tópicos é determinada por vários fatores incluindo o veículo da formulação e a integridade da barreira epidérmica. Oclusão, inflamação e/ou outros processos patológicos da pele também podem aumentar a absorção percutânea. Uma vez absorvidos através da pele, corticosteróides tópicos têm farmacocinética similar aos corticosteróides administrados sistemicamente. São metabolizados primariamente no fígado, e são excretados pelos rins. Alguns corticosteróides e seus metabólitos também são excretados pela bile. O ácido salicílico é absorvido rapidamente pela pele intacta. Após a absorção, o salicilato é distribuído para a maioria dos tecidos do corpo e quase todos os líquidos transcelulares, principalmente por processos passivos dependentes do pH. A biotransformação dos salicilatos ocorre em vários tecidos, porém principalmente no retículo endoplasmático e nas mitocôndrias do fígado. Os salicilatos são excretados através da urina.
Indicações
O produto possui ação antiinflamatória, antipruriginosa, antialérgica e ceratolítica e está indicado no tratamento tópico de dermatoses hiperceratósicas e crônicas que respondem à terapia com corticosteróides. Entre estas afecções estão incluídas: psoríase, dermatite atópica crônica, neurodermatite (líquen simples crônico), líquen plano, eczema (incluindo eczema numular, eczema da mão e dermatite eczematosa), desidrose, ictiose vulgar e outras condições ictióticas.
Contraindicações
O produto está contraindicado em pacientes com hipersensibilidade a qualquer de seus componentes.
Precauções
Se ocorrer o desenvolvimento de irritação ou sensibilização durante o uso de dipropionato de betametasona + ácido salicílico pomada, o tratamento deve ser descontinuado. Em presença de infecção, deve ser instituída terapia antimicrobiana. Os corticosteróides e o ácido salicílico são absorvidos por via percutânea e, por esta razão, em pacientes que fazem tratamentos prolongados, existe a possibilidade do surgimento de ações sistêmicas decorrentes desta absorção, incluindo supressão adrenal principalmente em crianças. O uso de curativo oclusivo, ou em áreas extensas, aumenta a possibilidade de efeitos sistêmicos. Nestes pacientes, bem como nos que fizeram uso do medicamento por períodos prolongados, deve-se ter as devidas precauções. Se ocorrer excessiva secura da pele, aumento da irritação ou descamação indesejável, o produto deve ser descontinuado temporariamente.
Não deve ser usado nos olhos, nem em outras superfícies mucosas.
Deve-se evitar o uso simultâneo de qualquer preparação tópica que contenha ácido salicílico com substâncias abrasivas, preparações para acne, substâncias utilizadas para fazer peeling, preparações contendo álcool, e substâncias afins.
Uso durante a gravidez e lactação
A segurança do uso do produto em mulheres grávidas ainda não foi completamente estabelecida. Assim, o produto deve ser usado durante a gravidez unicamente quando os benefícios presumidos justifiquem o risco potencial ao feto. Este produto não deve ser usado em pacientes grávidas em grandes quantidades ou por períodos prolongados.
Por não se saber se a administração tópica de corticosteróides pode resultar em absorção sistêmica suficiente para produzir quantidades detectáveis no leite materno, deve-se decidir entre descontinuar a lactação ou interromper o tratamento, levando em conta a importância do tratamento da mãe.
Uso pediátrico
Os pacientes pediátricos podem apresentar maior suscetibilidade do que os pacientes adultos à supressão do eixo hipotálamo-hipófise-supra-renal induzida pelos corticosteróides tópicos ou exógenos, em função da maior absorção devido à grande proporção da área de superfície corporal para o peso corporal.
Foram relatados em crianças recebendo corticosteróides tópicos: supressão do eixo hipotálamo-hipófise-supra-adrenal, síndrome de Cushing, retardo do crescimento, demora no ganho de peso e hipertensão intracraniana.
As manifestações da supressão adrenal em crianças incluem baixos níveis de cortisol plasmático e ausência de resposta à estimulação com ACTH. As manifestações de hipertensão intracraniana incluem fontanela tensa, cefaléia e papiledema bilateral.
Interações medicamentosas
Não há relatos de interações medicamentosas utilizando o produto de maneira adequada.
Posologia e modo de usar
Deve-se aplicar uma quantidade da pomada suficiente para cobrir a área afetada, 2 vezes ao dia, massageando levemente o local, após sua aplicação. Em alguns pacientes, a freqüência das aplicações pode ser reduzida de acordo com a evolução do quadro dermatológico.
Reações adversas
As seguintes reações adversas locais têm sido relatadas com o uso de corticosteróides tópicos: ardor, prurido, irritação, secura da pele, foliculite, hipertricose, erupções acneiformes, hipopigmentação e dermatite de contato. As seguintes reações adversas podem ocorrer mais freqüentemente quando se faz uso de curativo oclusivo: maceração da pele, infecção secundária, atrofia da pele, estrias e miliária.
Alterações em exames laboratoriais
Função da adrenal: é avaliada pela estimulação da corticotropina (ACTH), medida através do cortisol ou 17 hidrocorticóides livres na urina por 24 horas, ou pela medida de cortisol plasmático e da função do eixo hipotalâmico-pituitário-adrenal (HPA): pode ocorrer decréscimo se ocorrer absorção significante de corticosteróide, especialmente em crianças.
Contagem total de eosinófilos: ocorre um decréscimo caso diminua a concentração plasmática de cortisol.
Glicose: concentrações na urina e no sangue podem aumentar se ocorrer absorção significativa de corticosteróide, devido a atividade hiperglicêmica dos corticosteróides.
Superdose
Sintomas: o uso excessivo e prolongado de corticosteróides tópicos pode suprimir a função do eixo hipófise-supra-renal, resultando em insuficiência supra-renal secundária.
O uso excessivo de preparações tópicas contendo ácido salicílico pode causar sintomas de salicilismo. Nestes casos, o tratamento é sintomático. Os sintomas de hipercorticismo são virtualmente reversíveis. Caso necessário, tratar o desequilíbrio eletrolítico. Em casos de toxicidade esteróide crônica, fazer uma retirada gradativa do esteróide. O tratamento do salicilismo também é sintomático. O uso de salicilato deve ser imediatamente descontinuado. Administrar oralmente bicarbonato de sódio para alcalinizar a urina e forçar a diurese.
Pacientes idosos
Como a pele das pessoas idosas é mais delgada em função da idade, alguns efeitos colaterais são mais favoráveis de ocorrer nesses pacientes. Dessa forma, corticosteróides tópicos devem ser usados com pouca freqüência, por períodos curtos, ou sob rigorosa supervisão médica em pacientes idosos. O uso de corticosteróides tópicos de baixa potência podem ser necessários para alguns pacientes.
Dizeres legais
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
M.S. 1.0089.0301

Adicionar um comentário

 
Strict Standards: Declaration of MY_Exceptions::show_404() should be compatible with CI_Exceptions::show_404($page = '', $log_error = true) in /home/farmacoinfo/public_html/br/application/core/MY_Exceptions.php on line 0

A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Undefined index: gracias

Filename: blocks/med_comentarios_form.php

Line Number: 16

*