REVATIO - Posologia e modo de usar

Cada comprimido revestido de REVATIO* (citrato de sildenafila) 20 mg contém citrato de sildenafila equivalente a 20 mg de sildenafila base. Os comprimidos revestidos de REVATIO* são brancos, redondos e biconvexos, com sabor e odor característicos. Uso em Adultos: A dose recomendada é de 20 mg três vezes ao dia. Os comprimidos devem ser tomados a cada 6 a 8 horas aproximadamente, com ou sem alimentos, por via oral. Uso em Pacientes Idosos: Não são necessários ajustes de dose em pacientes idosos. Uso em Pacientes com Insuficiência Renal: Não são necessários ajustes de dose em pacientes com insuficiência renal, incluindo insuficiência renal grave (clearance de creatinina < 30 mL/min). Uso em Pacientes com Insuficiência Hepática: Não são necessários ajustes de dose em pacientes com insuficiência hepática leve a moderada (Classes A e B de Child-Pugh). REVATIO* não foi estudado em pacientes com insuficiência hepática grave (Classe C de Child-Pugh). Uso em Crianças: A segurança e a eficácia da sildenafila ainda não foram estudadas em crianças ( < 18 anos de idade). Uso em Pacientes Utilizando Outros Medicamentos: Não são necessários ajustes de dose na administração concomitante de sildenafila com eritromicina ou saquinavir. A administração concomitante de inibidores mais potentes da CYP3A4 (por exemplo, cetoconazol, itraconazol, ritonavir) com sildenafila não é recomendada (vide "Interações Medicamentosas"). Podem ser necessários ajustes de dose da sildenafila ao se administrar junto com bosentana ou outros indutores da CYP3A4 (vide "Interações Medicamentosas"). Dose Omitida: Caso o paciente esqueça de administrar REVATIO* no horário estabelecido, deve fazê-lo assim que lembrar. Entretanto, se já estiver perto do horário de administrar a próxima dose, deve desconsiderar a dose esquecida e utilizar a próxima, continuando normalmente o esquema de doses recomendado. Neste caso, o paciente não deve utilizar a dose duplicada para compensar doses esquecidas. O esquecimento da dose pode comprometer a eficácia do tratamento.