SERETIDE - Posologia e modo de usar

Seretide® só deve ser administrado por via inalatória.
Os pacientes devem ser alertados sobre a natureza profilática da terapia com Seretide® e sobre o fato de que ele deve ser utilizado regularmente mesmo quando estejam assintomáticos. Os pacientes devem ser reavaliados regularmente pelo médico, a fim de manter a concentração de Seretide® administrada na faixa ótima e de que ela só seja alterada sob supervisão médica.
Doença obstrutiva reversível das vias respiratórias
A dose deve ser ajustada à mínima efetiva até que se mantenha o controle dos sintomas. Quando o controle dos sintomas for mantido com Seretide® duas vezes ao dia, a redução da dose para a efetiva mais baixa pode ser feita com Seretide® uma vez ao dia.
Os pacientes devem ser orientados quanto ao fato de que a dose prescrita é a ideal para seu tratamento e que só deve ser modificada pelo médico.
A dose prescrita de propionato de fluticasona, presente em Seretide®, dependerá da gravidade da doença.
Se um paciente for inadequadamente controlado com a monoterapia com corticosteróides inalatórios, a substituição por Seretide® em uma dose de corticosteróide terapeuticamente equivalente pode resultar em melhora do controle da asma. Para pacientes nos quais o controle da asma é aceitável com a monoterapia com corticosteróides inalatórios, a substituição por Seretide® pode permitir a redução da dose de corticosteróide e, ao mesmo tempo, a manutenção do controle da asma.
Doses recomendadas
Adultos e adolescentes a partir de 12 anos
Uma dose de Seretide® 50 mcg/100 mcg, Seretide® 50 mcg/250 mcg ou Seretide® 50 mcg/500 mcg, duas vezes ao dia.
Adultos a partir de 18 anos
A duplicação da dose de Seretide®, em qualquer das concentrações, em adultos, por até 14 dias, tem segurança e tolerabilidade comparáveis às da administração da dose usual e pode ser considerada quando os pacientes necessitam de tratamento adicional de curta duração (até 14 dias) com corticosteróides inalatórios, conforme descrito nas instruções para o tratamento da asma.
Crianças a partir de 4 anos
Uma dose de Seretide® 50 mcg/100 mcg duas vezes ao dia.
Não existem dados disponíveis sobre o uso de Seretide® em crianças menores de 4 anos.
Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)
Para pacientes adultos, a dose máxima recomendada é de uma inalação de Seretide® 50 mcg/250 mcg ou Seretide® 50 mcg/500 mcg duas vezes ao dia. Na dose 50 mcg/500 mcg duas vezes ao dia, foi demonstrado que Seretide® reduz a mortalidade resultante de todas as causas.
Grupos especiais de pacientes
Não há necessidade de ajustar a dose para pacientes idosos ou aqueles com disfunção renal ou hepática.
Modo de usar
Um aparelho Diskus novo contém 28 ou 60 doses, cuidadosamente medidas, na forma de pó, higienicamente protegidas. Não requer manutenção nem troca de refil.
O dispositivo Diskus é lacrado em um invólucro laminado metálico. O invólucro fornece proteção à umidade e deve ser aberto apenas quando você estiver pronto para usá-lo pela primeira vez. Uma vez aberto, o invólucro laminado deve ser descartado. O corpo do aparelho tem dois tons de lilás. A parte fixa é mais escura que a móvel. O indicador de doses localizado na parte superior do aparelho inicia a numeração marcando 60 ou 28 doses. Toda vez que a alavanca for acionada, uma dose será preparada e a numeração será automaticamente reduzida. Do 5 ao 1, a coloração dos números é vermelha para alertar sobre o término do produto.
Ao retirar seu inalador Diskus do cartucho e remover o invólucro, ele estará na posição fechada.


1. Para abrir seu aparelho Diskus, segure-o pela parte mais escura com uma das mãos e ponha o polegar da outra mão na depressão existente na parte clara, móvel, conforme indicado na Figura 2. Gire a peça clara móvel com o polegar até o final do Diskus (você ouvirá um clique), de forma que o bocal fique totalmente visível.

2. Segure o Diskus com o bocal de frente para você. Pressione a alavanca identificada na Figura 1B até o fim (você ouvirá outro clique), na direção indicada pela Figura 2. O Diskus está pronto para ser usado. Toda vez que essa alavanca for pressionada, uma nova dose será liberada para aspiração e o marcador indicará uma dose a menos. Não empurre a alavanca mais de uma vez para que outras doses não sejam desperdiçadas.
3. Atenção: mantenha o Diskus distante da boca. Antes de aspirar a dose, SOPRE (ou seja, jogue o ar para fora dos pulmões) o máximo que você puder. Nunca sopre dentro do Diskus.
4. Coloque o bocal do Diskus em seus lábios. Aspire (ou seja, sugue pela boca) o mais profundamente possível (Figura 3). Nunca use o aparelho pelas narinas.

5. Retire o Diskus da boca e prenda a respiração por 10 segundos ou pelo período de tempo que lhe for confortável. Solte o ar lentamente.
6. Importante: alguns pacientes podem ter a impressão de não ter tomado a dose. Nesse caso, convém observar que cada dose aspirada é constituída por uma pequena quantidade de pó que contém lactose, substância levemente adocicada, que PODE OU NÃO ser percebida no momento do uso.
7. Para fechar o Diskus (Figura 4), coloque seu polegar na depressão da parte clara móvel e gire na direção indicada até a posição inicial (Diskus fechado, Figura 1A). Não mexa na alavanca no momento de fechar o Diskus.

OBS.:
a) Caso sejam indicadas duas inalações consecutivas, feche o Diskus e repita as etapas 1 a 7.
b) Caso perceba, após as primeiras utilizações do produto, que sai um pó pela lateral do Diskus, verifique se o tem usado corretamente. Sempre que a alavanca é acionada (passo 2), uma dose é automaticamente disponibilizada para uso. A dose, quando não aproveitada, perde-se no interior do aparelho no momento em que a alavanca é novamente acionada para preparo da próxima dose.
Lembre-se:
Mantenha o aparelho Diskus seco.
Mantenha-o fechado quando não estiver em uso.
Nunca expire dentro do aparelho Diskus.
Não empurre a alavanca desnecessariamente, pois novas doses serão desperdiçadas.