ABACAVIR - Precauções

Aproximadamente 5% dos pacientes tratados desenvolvem reações de hipersensibilidade. Deve-se interromper o tratamento caso os níveis das transaminases se elevem rapidamente e no caso de apresentar-se hepatomegalia progressiva ou acidose metabólica/lática de etiologia desconhecida. Carcinogênese: o abacavir não se mostrou mutagênico. Gravidez e amamentação: não está demonstrada a segurança do fármaco nestas situações.