ACENOCUMAROL - Precauções

Em patologias como tireotoxicoses, tumores, doenças renais ou infecções, se reduz a fixação proteica de acenocumarol com aumento correspondente de sua atividade. Se a função hepática é limitada, deverá ser observada a possível alteração na formação dos fatores da coagulação. Os distúrbios que afetam a absorção gastrintestinal podem alterar seu efeito anticoagulante. A dose deverá ser dada com cautela para pacientes com insuficiência cardíaca grave. A dose deve ser dada com precaução aos pacientes com idade mais avançada.