ACETILCOLINA Informações da substância

Propriedades

A acetilcolina é o neurotransmissor do setor colinérgico do SNA. É um éster da colina muito instável que não é utilizado em forma sistêmica pela fugacidade dos seus efeitos (bradicardia, hipotensão, broncoconstrição, hipersecreção). Sua aplicação direta sobre a íris provoca miose de duração muito curta, porque o fármaco é destruído rapidamente pela enzima colinesterase. Seu emprego está limitado ao uso tópico (intraocular).

Indicações

Utiliza-se para obter miose rápida em cirurgia de cataratas, ceratoplastia penetrante, iridectomia, outras cirurgias do segmento anterior do olho.

Posologia

Aplicam-se de 0,5 a 2 ml de uma solução com 10 mg/ml de acetilcolina, diretamente na câmara anterior do olho.

Superdosagem

Na suspeita de superdose administrar 0,5 a 1 mg de atropina via intramuscular; 0,1 a 1 mg de adrenalina poderia ser útil para controlar as alterações cardiovasculares graves ou a broncoconstrição.

Reações adversas

Raramente se apresentam edema e descompensação da córnea. Em caso de absorção sistêmica poderiam ser observados: hipotensão arterial, bradicardia, dificuldade respiratória, sudorese e enrubescimento.

Precauções

Assegurar a esterilidade do produto. Não esterilizar com gás. Preparar a solução imediatamente antes de usar. A segurança e a eficácia em crianças não foram estabelecidas.

Contraindicações

Não são conhecidas.