ALCURôNIO, CLORETO Informações da substância

Ações terapêuticas

Relaxante muscular.

Propriedades

Derivado sintético da toxiferina, alcaloide do curare. Com ação curarizante de tipo despolarizante, antagonizado pelos inibidores da colinesterase. Atua sobre a placa neuromuscular, bloqueando a transmissão do impulso nervoso por competir com a acetilcolina pelos receptores pós-sinápticos. É uma e meia a duas vezes mais potente do que a D-tubocurarina e sua ação é ligeiramente mais rápida. O efeito é observado 30 segundos após a administração endovenosa e o relaxamento muscular completo ocorre em 2 a 4 minutos, desaparecendo em 20 a 30 minutos. O cloreto de alcurônio é desprovido de ação vagolítica, ganglioplégica e na liberação de histamina. A liberação de potássio, o balanço eletrolítico, a pressão intraocular e a coagulação sanguínea não são afetados por esse fármaco.

Indicações

Relaxamento muscular em cirurgia.

Posologia

Adultos: dose inicial de 0,25 mg/kg, doses complementares de 0,030 mg/kg com intervalos de 15 a 25 minutos. Bebês prematuros: 0,10 mg/kg; bebês a termo: 0,20 mg/kg.

Superdosagem

Parada respiratória e muscular prolongada. Tratamento: ventilação mecânica e neostigmina (inibidor da acetilcolinesterase).

Reações adversas

Hipotensão, broncospasmo, arritmias cardíacas, reações cutâneas e sintomas gastrintestinais. Podem ser observadas também hipertensão e taquicardia.

Precauções

Durante a administração do fármaco, os pacientes devem ser ventilados mecanicamente e mantidos sob vigilância. Embora não tenham sido verificados efeitos adversos durante a gravidez, evitar sua administração nos primeiros meses. Administrar com precaução em pacientes com insuficiência renal, hipersensibilidade aos fármacos polarizantes e com doenças neuromusculares, como esclerose lateral miotrófica, miastenia grave, polimiosite, distrofia muscular.

Interações

Não associar com tiopental, aminoglicosídeos, polimixinas, macrolídios, lincomicina, diuréticos tiazídicos, furosemida e ácido etacrínico, ganglioplégicos, quinidina, anestésicos voláteis e sulfato de magnésio.