ALPROSTADIL - Indicações

No tratamento paliativo para manter, em forma temporal, a permeabilidade do conduto arterioso até que possa ser realizada uma cirurgia corretiva ou paliativa em neonatos com defeitos cardíacos congênitos, e em indivíduos que dependem deste conduto para sua sobrevivência. Esses defeitos congênitos são: atresia pulmonar, estenose pulmonar, atresia tricúspide, tetralogia de Fallot, interrupção da arcada aórtica, coartação da aorta, estenose aórtica, atresia aórtica, atresia mitral ou transposição dos grandes vasos com outros defeitos ou não. Também tem sido utilizado como coadjuvante no tratamento de hipertensão pulmonar e em pacientes submetidos à substituição da válvula mitral. Impotência ou disfunção erétil masculina.