ALTEPLASE - Propriedades

A alteplase é um ativador recombinante do plasminogênio humano (rt-PA) obtido mediante engenharia genética, sendo quimicamente idêntico à glicoproteína humana endógena, razão pela qual está desprovida de atividade antigênica. A alteplase não é absorvida após sua administração oral, e é por esta razão que sua via de aplicação deve ser por perfusão intravenosa. Tem uma breve meia-vida alfa (T½a) de 4-5 minutos e uma meia-vida beta (T½b) de 40 minutos. Seu principal órgão de eliminação é o fígado mediante um processo não saturável de proteinólise, recordando que o rt-PA é uma glicoproteína fibrinolítica. Sua atividade fibrinolítica manifesta-se de imediato após sua administração em bolo por via intravenosa periférica, assim como por injeção intravascular coronária ou pulmonar. A alteplase sofre ativação ao ligar-se à fibrina, induz a transformação de plasminogênio em plasmina, provocando assim a rápida dissolução do coágulo (em menos de 1 hora) com a consequente revascularização e repermeabilização em 15 minutos.