ALVIMOPAN Informações da substância

Ações terapêuticas

Gastrocinético.

Propriedades

Este agente é um antagonista seletivo do receptor m-opioide humano clonado. A alvimopan é um ligante opioide que se dissocia lentamente do receptor em comparação com outros compostos correlacionados, após sua administração por via oral. Desempenha um efeito antagonista seletivo sobre os receptores opioides gastrintestinais, sem interferir com o efeito analgésico dos receptores centrais, especialmente após o emprego de morfina e outros agonistas dos receptores m-opioides. O fármaco é administrado por via oral; sofre hidrólise no intestino, destacando-se que as refeições gordurosas diminuem a absorção do fármaco gastrocinético. Não há provas de sua metabolização no nível hepático; sua via de eliminação é a secreção biliar. O metabólito da alvimopan é eliminado por via urinária e nas fezes. A meia-vida da alvimopan é de 10 a 17 horas.

Indicações

Íleo paralítico pós-operatório.

Posologia

12 mg administrados antes (30 minutos a 5 horas) da cirurgia digestiva, seguidos de 12 mg duas vezes ao dia durante 7 dias.

Reações adversas

Dor dorsal, dispepsia, hipopotassemia, retenção urinária, anemia, constipação, flatulência.

Precauções

O fármaco não é recomendável para pacientes com insuficiência hepática ou renal grave.

Interações

Não há relatos de interações envolvendo este fármaco.

Contraindicações

Pacientes tratados com opioides por mais de 7 dias anteriormente a cirurgia intestinal.