AMILORIDA Informações da substância

Ações terapêuticas

Diurético, retentor de potássio, anti-hipertensivo.

Propriedades

Os efeitos diurético e anti-hipertensivo devem-se a ação de bloqueio, no túbulo distal renal, da troca de sódio por potássio, o que permite um aumento da secreção de água e sódio e a retenção de potássio. A absorção é incompleta (15% a 25%) no trato gastrintestinal; a velocidade de absorção aumenta após 4 horas de jejum, embora não seja necessário, se aumenta a quantidade absorvida. Sua união às proteínas é mínima, não se metaboliza e sua meia-vida é de 6 a 9 horas, sua concentração máxima é obtida em 3 a 4 horas. É eliminada por via renal de 20% a 50% de forma inalterada e por via fecal 49% inalterada.

Indicações

Coadjuvante em estados edematosos ou de hipertensão, quando se deseja um efeito diurético retentor de potássio.

Posologia

Dose para adultos: 5 a 10 mg/dia como dose única. Dose máxima: até 20 mg/dia. Não foi estabelecida a dosagem para crianças.

Reações adversas

Podem aparecer sinais de hiperpotassemia, inclusive se associada com diuréticos tiazídicos. A hiperpotassemia aparece em 10% dos casos quando usada individualmente e o sinal mais evidente é a arritmia cardíaca. São de aparição menos frequente: erupção cutânea ou prurido (reação alérgica), constipação, sonolência, enjoos, cefaleias, náuseas e vômitos.

Precauções

Evitar a excessiva ingestão de alimentos ricos em potássio e o uso de substitutos do sal ou outros suplementos de potássio. Recomenda-se tomar esta medicação com as refeições ou depois delas, para potencializar sua biodisponibilidade. Os idosos podem ter maior risco de desenvolver hiperpotassemia.

Interações

O uso simultâneo com corticosteroides, mineralocorticoides ou ACTH pode diminuir os efeitos natriuréticos e diuréticos e antagonizar o efeito retentor de potássio. Os analgésicos, anti-inflamatórios não-esteroides, especialmente a indometacina, estrogênios ou simpaticomiméticos, podem diminuir os efeitos anti-hipertensivos dos diuréticos. O uso concomitante com dopamina pode aumentar o efeito diurético. O uso crônico de laxantes pode reduzir as concentrações séricas de potássio e interferir com os efeitos de retenção de potássio da amilorida. Não é recomendado o uso simultâneo com lítio. A ciclosporina, enalapril, captopril e outros diuréticos retentores de potássio, administrados simultaneamente com a amilorida, tendem a favorecer a acumulação sérica de potássio, podendo originar a hiperpotassemia, principalmente em pacientes com insuficiência renal.

Contraindicações

Hiperpotassemia. Deverá ser avaliada a relação risco-benefício em pacientes com anúria, disfunção renal, diabetes mellitus, nefropatia diabética, disfunção hepática e hiponatremia.

Remédio que contêm Amilorida