AMOXAPINA - Interações

Os corticoides, amantadina, anti-histamínicos ou anticolinérgicos intensificam os efeitos antimuscarínicos, principalmente confusão mental, alucinações e pesadelos. Pode bloquear a detoxificação da atropina, diminuir o limiar das crises convulsivas e assim, reduzir os efeitos da medicação anticonvulsiva. A cimetidina pode inibir o metabolismo da imipramina e aumentar sua concentração plasmática. O uso simultâneo com guanetidina ou clonidina pode diminuir os efeitos hipotensores destes fármacos. Os anticoncepcionais orais que contêm estrogênios aumentam a biodisponibilidade da imipramina. O aloperidol, as fenotiazinas ou os tioxantenos prolongam e intensificam o efeito dos antidepressivos tricíclicos. O uso de metilfenidato aumenta as concentrações de imipramina. Não se recomenda o uso simultâneo com inibidores da MAO, devido ao aumento do risco de episódios hiperquinéticos, convulsões graves, crises hipertensivas. Aumenta os requisitos da riboflavina e potencializa os efeitos cardiovasculares das drogas simpaticomiméticas, o que dá lugar a arritmias, taquicardia ou hipertensão acentuada.