AZELáICO, áCIDO Informações da substância

Propriedades

O ácido azelaico é um ácido dicarboxílico, saturado, não ramificado: ácido 1,7 heptandicarboxílico (ácido nonanodioico). O efeito antibacteriano é demonstrável pela diminuição da colonização bacteriana na superfície cutânea e dentro do folículo, assim como por uma redução do percentual de ácidos graxos livres nos lipídios da superfície cutânea. Exerce efeito "comedolítico" direto sobre as eflorescências que influi na diferenciação dos queratinócitos e, possivelmente, em sua proliferação, o que permite uma normalização da queratinização folicular perturbada. A efetiva ação farmacológica está baseada em sua fácil penetração na pele. Como uma pequena parte do ácido aplicado em forma tópica é absorvida por via percutânea, deve ser considerada também como parâmetros farmacocinéticos importantes a biotransformação e a eliminação. Sob condições clínicas, inclusive na aplicação em grandes superfícies, não podem ser empregados, em geral, mais de 6 g por dia. Isto equivale a uma reabsorção sistêmica de 44 mg de ácido azelaico. Tendo em conta taxas de eliminação diárias de 18 a 28 mg em voluntários sãos não tratados (27), que respondem a uma quantidade endógena de 30 a 47 mg/dia, a sobrecarga sistêmica calculada para o emprego tópico é muito baixa, em particular, considerando as propriedades, em geral, atóxicas do ácido azelaico.

Indicações

Diferentes formas da acne vulgar, ou seja, as formas inflamatórias e não-inflamatórias.

Posologia

Aplicar 2 vezes ao dia (pela manhã e à noite), em quantidade abundante, sobre as zonas cutâneas afetadas, massageando o suficiente para que penetre na pele. Em geral, é observada uma melhoria, manifestada após 4 semanas de tratamento.

Efeitos secundários

Podem apresentar-se de forma ocasional, em geral ao iniciar a terapêutica, irritações locais (por exemplo, rubor ou descamação, assim como prurido e ardor) que, certamente, diminuem no decurso do tratamento.

Precauções

Somente para uso externo. Deve ser evitada a penetração nos olhos; se por descuido isto ocorrer, deverão ser lavados em seguida, com cuidado e água abundante. O medicamento não deve ser mantido a uma temperatura superior à do ambiente. Gravidez. Lactação.

Contraindicações

Hipersensibilidade ao propilenoglicol.

Remédio que contêm Azeláico, ácido