BENTAZEPAM Informações da substância

Propriedades

Trata-se de um benzodiazepínico com propriedades similares às do diazepam, anticonvulsivante, sedativo, miorrelaxante e ansiolítico.

Indicações

Síndromes depressivas. Transtornos psicossomáticos e ansiosos em decorrência de estados depressivos.

Posologia

Dose inicial: por via oral, 25 mg a 75 mg ao dia. Dose máxima: por via oral, 150 mg ao dia.

Superdosagem

Os sinais e sintomas de superdose compreendem depressão respiratória, sono, arreflexia, paralisia pupilar e coma. Recomenda-se efetuar lavagem gástrica ou induzir o vômito e, paralelamente, instituir tratamento sintomático com a finalidade de manter as constantes biológicas. Caso ocorra hipotensão grave, recomenda-se administrar metaraminol, levarterenol e cafeína. É também recomendável a hemodiálise e o estímulo da diurese com manitol ou furosemida.

Reações adversas

As principais reações adversas constituem discretas alterações digestivas e secura da boca.

Precauções

O bentazepam pode conduzir à dependência; assim, é aconselhável não aumentar as doses prescritas nem prolongar o tratamento além do tempo recomendado. Com a suspensão da administração do medicamento podem sobrevir inquietude, ansiedade, insônia, falta de concentração, cefaleias e sudoração. Não se indica a suspensão abrupta do tratamento, mas sim ir reduzindo gradualmente as doses.

Interações

Não administrar concomitantemente com álcool nem barbitúricos, pois o bentazepam potencializa o efeito destes fármacos.

Contraindicações

Miastenia, hipotonia muscular, gravidez e hipersensibilidade ao fármaco.