BENZBROMARONA Informações da substância

Ações terapêuticas

Agente uricosúrico.

Propriedades

É um fármaco uricosúrico, que reduz a concentração plasmática do ácido úrico, bloqueando a reabsorção tubular deste composto. Além disto, sugere-se que poderia aumentar a eliminação do ácido úrico. Utiliza-se no tratamento da gota crônica, porém deve ser evitado nos casos de crise aguda desta patologia, já que pode exacerbar os sintomas. A benzbromarona é bem absorvida no trato gastrintestinal, alcançando concentração plasmática máxima após 6 horas da ingestão. O metabolismo é realizado no fígado, eliminando-se a maior parte do fármaco com as fezes e em menor quantidade pela urina. É utilizado em tratamento combinado com alopurinol em doses menores do que as recomendadas como monoterapia.

Indicações

Hiperuricemia primária. Hiperuricemia associada à gota crônica.

Posologia

Adultos: via oral, 50 mg a 200 mg uma vez ao dia. Deve-se administrar, inicialmente, algum anti-inflamatório não-esteroidal ou colchicina, para reduzir o risco de uma crise aguda de gota.

Reações adversas

Compreendem alterações gastrintestinais, diarreia, crise aguda de gota e sintomas renais em função do depósito de cristais de uratos.

Precauções

Recomenda-se administrar com precaução nos pacientes portadores de nefropatias. Não se aconselha administração durante crise aguda de gota. Durante o tratamento com este fármaco recomenda-se manter o pH da urina neutro ou ligeiramente alcalino para diminuir o risco de formação de cristais renais.

Interações

Alopurinol: aumento da eliminação renal de ácido úrico e das concentrações séricas de alopurinol (aproximadamente 50%). Ácido acetilsalicílico: redução da eficácia da benzbromarona em até 50%. Outros salicilatos também antagonizam o efeito da benzbromarona. Oxipurinol: ligeira redução da meia-vida da benzbromarona (em doses de 20 mg). Esta interação não é significativa com doses maiores de benzbromarona. Pirazinamida: redução da atividade uricosúrica da benzbromarona. Perda da eficácia deste fármaco. Álcool: observou-se cristalúria (uratos) seguida de nefropatia aguda por ácido úrico; esta interação provavelmente ocorre frente a consumo excessivo de álcool.

Remédio que contêm Benzbromarona