COLAGENASE Informações da substância

Propriedades

A colagenase medicinal é uma enzima que tem por substrato o colágeno nativo e desnaturalizado, o principal constituinte (75% do peso seco) da pele. É extraída do meio de cultivo do Clostridium histolyticum e é utilizada para remover os restos celulares e extracelulares do tecido necrosado. Contribui para a neoformação de tecido e reepitelização das úlceras e escaras dérmicas. O colágeno do tecido sadio ou neoformado não é atacado pela colagenase. Apresenta-se como creme, pomada ou unguento estéril para aplicação tópica com 250U por grama.

Indicações

Úlceras, escaras, queimaduras, feridas.

Posologia

Aplicar localmente sobre a região afetada uma vez ao dia ou mais se as vendas ficarem sujas.

Modo de usar

Antes de aplicar, limpar a lesão com água oxigenada ou solução de Dakin-Carrell, enxaguar em seguida com solução fisiológica estéril. Em caso de infecção é conveniente aplicar antes da colagenase um pó antibiótico. Se a infecção não ceder, a colagenase deve ser suspensa.

Reações adversas

Em um caso registrou-se sensibilização à colagenase após um ano de tratamento combinado com colagenase e hidrocortisona.

Precauções

É conveniente manter o pH entre 6 e 8 para assegurar o efeito. Sua atividade é afetada por detergentes, hexaclorofeno, mercúrio e prata iônicos presentes em alguns antissépticos. A solução de Dakin-Carrell e água oxigenada são compatíveis com a colagenase. O unguento deve ser aplicado exclusivamente na área lesada para evitar a irritação da área adjacente.

Contraindicações

Hipersensibilidade ao fármaco.

Remédio que contêm Colagenase