DIFENIL-HIDANTOíNA - Posologia

As doses devem ser individualizadas, já que pode haver uma grande variação dos níveis séricos com doses equivalentes. O tratamento deve ser iniciado com pequenas doses e aumentos graduais, até ser adquirido o controle das convulsões ou aparecer algum efeito tóxico. Em diversos casos é necessário determinar os níveis plasmáticos para uma posologia exata; os níveis séricos clinicamente efetivos, em geral, são de 10 a 20 mg/ml, embora em alguns casos controlem-se níveis séricos menores. São necessários de 7 a 10 dias para atingir o estado médio ou de equilíbrio nas concentrações sangüíneas. Adultos: 3 a 4 mg/kg/dia. Dose de manutenção: 200 a 500 mg/dia em uma ou várias doses. Crianças - dose inicial: 5 mg/kg/dia com um máximo de 300 mg/dia. Dose de manutenção: 4 a 8 mg/kg/dia. Neonatos: doses conforme os níveis séricos.