FENTICONAZOL Informações da substância

Propriedades

O fenticonazol é um antimicótico sintético cuja estrutura corresponde a um derivado do imidazol. Possui atividade fungistática ou fungicida na dependência da concentração do composto e da cepa do fungo considerada. É ativo sobre dermatófitos e sobre leveduras, incluindo também fungos que exibem dimorfismo. Demonstrou-se sua atividade contra as seguintes espécies: Aspergillus fumigatus, Aspergillus flavus, Aspergillus niger, Sporotrichum schenkii, Cryptococcus neoformans, Candida albicans, Epidermophyton floccosum, Microsporum cookei, Microsporum fullvum, Microsporum audouinii, Microsporum gypseum, Microsporum canis, Trichophyton mentagrophytes, Trichophyton verrucosum, Trichophyton rubrum, Trichophyton tonsurans e Trichophyton terrestre. Geralmente o fenticonazol tem sido usado no desenvolvimento de formações para uso tópico, sobre a pele e mucosas. A magnitude da absorção do fenticonazol é discreta.

Indicações

Infecções de pele e mucosas provocadas por microrganismos sensíveis ao fenticonazol. Dermatomicose dermatofítica (tinha da cabeça, tinha do corpo, tinha facial, tinha de pele, tinha de barba, tinha ungueal). Candidíase vulvovaginal. Ptiríase versicolor (Pityrosporum ovale, P. orbicularis). Eritrasma. Onicomicose. Pode ser aplicado em micoses com infecções bacterianas sobrepostas.

Posologia

Aplicar com fricção suave uma camada fina do preparado tópico contendo nitrato de fenticonazol a 2%. A aplicação deve ser realizada 1 a 2 vezes por dia, a critério médico. Na candidíase vulvovaginal, introduzir profundamente na vagina cerca de 5 gramas do preparado tópico contendo nitrato de fenticonazol a 2%. Realizar a aplicação 2 vezes por dia, ao levantar e ao deitar. Para a onicomicose recomenda-se a aplicação com curativo oclusivo.

Reações adversas

Ardência, irritação persistente. Eritema. Desenvolvimento de resistência.

Precauções

Nas infecções micóticas genitais recomenda-se aplicar o tratamento ao casal, de forma simultânea. O tratamento deve continuar até a eliminação completa da micose. A aplicação pode causar ardência e irritação de curta duração. Se a administração de fenticonazol acarretar irritação persistente, o tratamento deverá ser suspenso e a relação risco/benefício deverá ser avaliada. Mesmo levando em consideração que a absorção sistêmica é discreta, recomenda-se evitar a administração por via vaginal em pacientes grávidas.

Contraindicações

Hipersensibilidade ao fenticonazol ou a antimicóticos imidazólicos.

Remédio que contêm Fenticonazol