FOSFOSAL Informações da substância

Ações terapêuticas

Analgésico. Anti-inflamatório.

Propriedades

Trata-se de um anti-inflamatório não-esteroidal derivado do ácido salicílico.

Indicações

Tratamento sintomático de dores musculoesqueléticas (lombalgias, tendinites, contusões, entorses, luxações), dores articulares, cefaleias, mialgias, nevralgias, algias pós-traumáticas e pós-cirúrgicas, odontalgias, dores menstruais.

Posologia

Adultos: via oral, 1.200 a 3.600 mg ao dia. Dose máxima: 7.200 mg ao dia.

Superdosagem

Em caso de intoxicação acidental podem apresentar-se alterações dos sistemas cardiovascular, respiratório, e do equilíbrio eletrolítico, bem como náuseas, vômitos e, ocasionalmente, diarreia. O tratamento é sintomático, com esvaziamento do estômago através de aspiração e lavagem. Administrar uma suspensão aquosa de carvão ativado, aumentar a diurese e manter o equilíbrio eletrolítico.

Reações adversas

As principais reações adversas compreendem vômitos, inapetência, gastrite, diarreia.

Precauções

Recomenda-se administrar com precaução em pacientes com histórico de crises asmáticas decorrentes de ingestão de salicilatos ou anti-inflamatórios não-esteroidais, insuficiências hepática e/ou renal, pacientes com antecedentes de hemorragia digestiva, gastrites erosivas e úlcera péptica. Não se recomenda administrar durante a gravidez ou a amamentação.

Interações

O fosfossal pode potencializar a ação dos anticoagulantes e dos hipoglicemiantes orais, de onde recomenda-se reduzir as doses destes últimos.

Contraindicações

Hipersensibilidade ao fármaco, alergia a salicilatos, depressão respiratória grave e doença intestinal inflamatória grave.