GALANTAMINA - Posologia

A administração deverá ser feita associada a alimentos para minimizar os efeitos secundários; em duas tomadas, preferivelmente com as refeições da manhã e da noite. Inicialmente a dose deverá ser de 4 mg via oral duas vezes ao dia. Se esta dose é bem tolerada, após um período mínimo de 4 semanas poderá ser aumentada para 8 mg duas vezes ao dia. Poderá ser considerada a possibilidade de aumento subsequente para 12 mg duas vezes ao dia após 4 semanas de manutenção da dose anterior, se esta houver sido bem tolerada (o benefício da dose de 24 mg/dia versus a de 16 mg/dia nos ensaios clínicos não foi estatisticamente significativo, se bem que poderia haver benefício adicional para alguns pacientes). As doses superiores a 24 mg estiveram associadas com uma maior incidência de intolerância à droga e abandonos do tratamento, a par de não agregarem efeitos terapêuticos benéficos; deste modo, considera-se a dose de 24 mg/dia como a dose máxima recomendada, tanto para adultos como para idosos. Para alcançar o efeito terapêutico máximo os pacientes deverão ser mantidos com a dose máxima recomendada mencionada anteriormente, ou, alternativamente, com a máxima dose abaixo desta, que seja adequadamente tolerada. Se o tratamento for interrompido por vários dias, o reinício pode ser feito a partir de 4 mg duas vezes ao dia, com incrementos de dose que serão realizados progressivamente.