HIDROXIZINA Informações da substância

Ações terapêuticas

Anti-histamínico bloqueador H1.

Propriedades

Pertence ao grupo das piperazinas dentro dos anti-histamínicos anti H1. Compete com a histamina pelos receptores H1 das células efetoras, evitando assim, embora não reverta, a resposta mediada pela histamina isolada. A administração por via oral absorve-se rapidamente e seus efeitos sistêmicos são observados antes de 30 minutos. Sua ação dura de 4 a 6 horas. Metaboliza-se no fígado em 70% a 90% e uma fração pequena é excretada pela urina, de forma inalterada.

Indicações

Tratamento de pruridos provocados por estados alérgicos, tais como urticária, dermatite atópica e de contato; tratamento do dermografismo.

Posologia

A dose usual para adultos é 25 a 100 mg a cada 6 ou 8 horas e para crianças, 500mg (0,5 mg) por kg a cada 6 horas.

Reações adversas

Sedação, sonolência (pode desaparecer após vários dias de terapia continuada) e secura na boca. Raramente podem aparecer crises convulsivas, tremor ou agitação.

Precauções

Não é recomendável sua administração durante os primeiros meses de gravidez. As pessoas de idade avançada podem ser mais sensíveis aos efeitos desta droga. O uso prolongado pode diminuir ou inibir o fluxo salival, o que contribui para o desenvolvimento de cáries, doença periodontal ou candidíase oral. Deve-se advertir os pacientes para que não tomem álcool durante o tratamento com hidroxizina, pois que pode potencializar os efeitos sedantes, e que tenham precaução se for provocada sonolência.

Interações

O uso simultâneo com álcool ou outras drogas depressoras do sistema nervoso central pode potencializar os efeitos depressivos destas drogas.

Contraindicações

Insuficiência cardíaca, cirrose.

Remédio que contêm Hidroxizina