MELATONINA Informações da substância

Ações terapêuticas

Regulador do ritmo sono-vigília.

Propriedades

A melatonina (N-acetil-5-metoxitriptamina) é um hormônio secretado pela glândula pineal em forma cíclica (a produção diurna é mínima, mas à tarde a produção aumenta atingindo o máximo entre 2 e 6 horas da manhã), que age como um regulador dos ritmos biológicos (ou ritmos ciradianos), dos quais o mais conhecido é o ritmo sono-vigília. A luz é o principal regulador de sua secreção, que chega à glândula pineal através da retina seguindo uma via nervosa hipotalâmica. A luz inibe e a escuridão estimula a liberação de melatonina; sua progressiva queda, a partir da adolescência, é um sinal de que o organismo recolhe em nível celular modificando o perfil neuroendócrino e sexual.

Indicações

Insônia em pessoas maiores de 60 anos com sono atrasado. Insônia devida a mudanças de horário (fuso horário) relacionado com viagens transmeridionais (jet-lag) ou turnos de trabalho rotativos. Insônia devida ao déficit de melatonina em idosos, nos quais, diferentemente dos hipnóticos conhecidos, que modificam a estrutura do sono, o fármaco melhora tanto a qualidade do sono quanto o estado de alerta na vigília.

Posologia

A dose média é de 3 mg por via oral administrados à noite, 30 minutos antes de deitar-se. Em transtornos do sono relacionados com vôos transmeridionais, nos quais ocorre uma dessincronização da secreção de melatonina aconselha-se iniciar sua administração 3 dias antes da viagem e continuá-la durante uma semana. Diferentemente dos hipnóticos conhecidos, o efeito máximo é atingido progressivamente após 4 ou 5 dias, por isso a substituição pela melatonina deve ser realizada de forma progressiva e gradual.

Efeitos secundários

São quase inexistentes. Em alguns casos, em indivíduos sensíveis, observou-se sonolência leve.

Precauções

Em pacientes que estão recebendo hipnóticos benzodiazepínicos há muito tempo, recomenda-se não suprimi-los bruscamente ao iniciar o tratamento com melatonina. Aconselha-se especial precaução quando os pacientes tratados com melatonina necessitem dirigir veículos ou máquinas complexas que requerem um elevado grau de atenção e vigilância.

Contraindicações

Gravidez e lactação. Hipersensibilidade ao princípio ativo em crianças menores de 15 anos.