MOLSIDOMINA Informações da substância

Propriedades

A molsidomina é um vasodilatador coronariano qua atua diretamente sobre a musculatura lisa vascular, liberando óxido nítrico (NO). Esta ação relaxante vascular, acoplada à diminuição da pré-carga, destacam este fármaco como um nitroterápico de eleição para tratamentos crônicos. Diferentemente do que ocorre com os nitritos clássicos, a molsidomina não provoca adaptação farmacológica.

Indicações

Angina de peito estável e instável, com presença simultânea de insuficiência cardíaca esquerda (fornecimento insuficiente de oxigênio ao miocárdio após esforço físico e em repouso com presença simultânea de rendimento cardíaco insuficiente), fase aguda do infarto do miocárdio, em casos em que não estejam indicados outros fármacos (intolerância) e em pacientes com idade avançada.

Posologia

Adultos: via oral, 2 mg a 12 mg por dia. Dose máxima: via oral, 16 mg por dia.

Reações adversas

Cefaleias transitórias, hipotensão, colapso, choque, hipotensão ortostática. Menos frequentemente, vertigens, náuseas e reações alérgicas da pele, pruridos e distúrbios digestivos.

Precauções

Recomenda-se não administrar durante os primeiros 3 meses de gravidez. Não está indicada para crises agudas de angina de peito.

Interações

Deve-se evitar a associação com medicamentos anti-hipertensivos e a ingestão de álcool. Se possível, administrar conjuntamente molsidomina e nitroglicerina (trinitrina), b-bloqueadores, inibidores de cálcio, digitálicos e diuréticos.

Contraindicações

Insuficiência circulatória aguda (choque, colapso circulatório, redução da pressão de enchimento), hipotensão grave (pressão arterial sistólica inferior a 100 mmHg).