NAFAZOLINA Informações da substância

Ações terapêuticas

Descongestionante.

Propriedades

A nafazolina é uma droga simpaticomimética sintética com um núcleo imidazol. Este núcleo lhe confere não só ações adrenérgicas, mas também colinérgicas. A nafazolina possui uma potente ação vasoconstritora periférica, mediada por um estímulo no subtipo a1 de receptores adrenérgicos. Esta ação é exercida fundamentalmente sobre a mucosa nasal e tem uma duração prolongada (3 a 4 horas). De outro lado, produz frequentemente vasodilatação secundária ou de refluxo - provavelmente por fenômenos irritativos, com obstrução nasal consecutiva, e também pode afetar a atividade ciliar. A nafazolina é absorvida por todas as vias, incluindo o trato gastrintestinal, a via parenteral e a aplicação sobre as mucosas nasal e ocular.

Indicações

Rinite alérgica vasomotora.

Posologia

Congestão nasal: 2 gotas em cada fossa; não repetir antes de 3 horas. Congestão ocular: 1 gota no saco conjuntival, 3 ou 4 vezes ao dia.

Reações adversas

Reações adversas podem ser observadas por aplicação local e, quando for ingerida erroneamente, as manifestações são locais e generalizadas. Distúrbios locais: irritação da mucosa, obstrução nasal secundária com hiperemia, que pode causar uma rinite vasomotora crônica. No caso de ingestão acidental ou absorção nasal em lactentes, um quadro de intoxicação grave é produzido com: a) manifestações nervosas: sonolência, depressão do sensório, depressão respiratória e coma; b) manifestações cardiovasculares: hipotensão acentuada e arritmias de diferentes tipos (bradicardia); c) outras: miose, hipoglicemia, hipotermia.

Precauções

A nafazolina é efetiva como descongestionante quando usada em doses recomendadas. Se for usada em grande quantidade, durante longo tempo ou com muita frequência, pode danificar a mucosa nasal e causar ardor, espirros e aumento da rinorreia. Nunca deve ser administrada oralmente. Foi descrita adição às gotas nasais. Deve ser mantida fora do alcance das crianças. Não deve ser usada em menores de 12 anos. A superdosagem em crianças pequenas pode ser uma emergência que requeira rápido tratamento. No caso de persistir a congestão nasal após 3 dias de administração, o fármaco deverá ser descontinuado e deve ser feita consulta ao médico. Após ser usado, o frasco conta-gotas deverá ser lavado com água quente.

Contraindicações

Glaucoma, bloqueio A-V, diabetes do tipo II. Crianças menores de 12 anos.

Remédio que contêm Nafazolina