OXICONAZOL Informações da substância

Ações terapêuticas

Antifúngico tópico.

Propriedades

É um derivado imidazólico, cuja atividade fungicida é devida à inibição da biossíntese do ergosterol, um componente essencial da membrana dos fungos. Aplicado na pele, atinge com muita dificuldade a circulação sistêmica; menos de 0,3% da dose aplicada inicialmente foi recuperada na urina de voluntários. Está disponível em duas formas farmacêuticas: creme e loção, a 1%, que devem ser aplicados localmente na região afetada.

Indicações

Tinha dos pés, tinha crural e tinha corporal, causadas por Trichophyton rubrum, T. mentagrophytes ou Epidermophyton floccosum.

Posologia

Tinha de corpo ou crural, uma ou duas vezes por dia, durante duas semanas. Tinha dos pés, uma ou duas vezes por dia, durante um mês.

Superdosagem

Em animais, observou-se inflamação grave ao aplicar uma dose muito elevada.

Reações adversas

Prurido, ardor, irritação e dermatite alérgica por contato; eritema, pápulas, fissura, maceração, prurido, erupção e nódulos.

Precauções

Não utilizar no olho nem via intravaginal. Suspender a aplicação se aparecerem reações de sensibilidade ou irritação química. O oxiconazol é excretado no leite materno.

Contraindicações

Hipersensibilidade demonstrada ao oxiconazol.

Remédio que contêm Oxiconazol