PENTOSTATINA - Reações adversas

As principais reações adversas compreendem maior frequência de infecções por herpes-zóster associada com a supressão de linfócitos CD+4, dores abdominais, astenia, calafrios, fadiga, febre, dores de cabeça, dor, anorexia, diarreia, lesão hepática, náuseas, vômitos, anemia, discrasias sanguíneas, leucopenia, trombocitopenia, edema periférico, sonolência, tosse/aumento da tosse, alterações pulmonares, pneumonia, transtornos respiratórios, pele seca, herpes simples, erupção maculopapulosa, prurido, rash cutâneo, transtornos cutâneos e conjuntivite. Com menor frequência foram observados obcesso, reação alérgica, dores lombares, celulite, dores torácicas, cistos, edema facial, síndrome gripal, mal-estar, candidíase, reação de fotossensibilidade, septicemia, fibrilação atrial, alterações cardiovasculares, insuficiência cardíaca congestiva, rubor facial, hemorragia, choque, obstipação, dispepsia, disfagia, flatulência, distúrbios gastrintestinais, hemorragias gengivais, icterícia, alterações em provas de função hepática, ulcerações da mucosa bucal, candidíase bucal, transtornos em nível retal, hemorragia retal, eosinofilia, anemia hipocrômica, pancitopenia, esplenomegalia, artralgia, distúrbios em nível ósseo, transtornos articulares, mialgia, alterações do pensamento, ansiedade, confusão, despersonalização, depressão, vertigem, secura de boca, hiperestesia, insônia, nervosismo, distúrbios do sistema nervoso periférico, tremores, tiques nervosos, asma, dispneia, edema pulmonar, faringite, rinite, sinusite, infecções do trato respiratório superior, acne, alopecia, dermatite esfoliativa, carcinoma de pele, descoloração da pele, sudoração, aumento da sudoração, erupção vesicobolhosa, dores de ouvido, distúrbios oculares, fotofobia, distúrbios do paladar, disúria, transtornos geniturinários, retenção de urina. Muito raramente, reação alérgica, calafrios, fadiga, febre, dores de cabeça, infecção, dor, anorexia, diarreia, alteração das provas de função hepática, náuseas, vômitos, distúrbios neurológicos do sistema nervoso central, distúrbios geniturinários. Os efeitos adversos que ocorrem em cerca de 3% a 10% dos pacientes refratários ao interferona alfa, tratados com pentostatina, compreendem dores abdominais, astenia, dores lombares, dores torácicas, morte, síndrome gripal, mal-estar, neoplasia, sepse, alteração eletrocardiográfica, arritmias, hemorragias, tromboflebite, obstipação, flatulência, estomatites, ecmoses, linfadenopatias, petéquias, aumento dos níveis de creatinina, aumento dos níveis de LDH, edema periférico, perda de peso, artralgia, anormalidades de pensamento, ansiedade, confusão, depressão, vertigens, insônia, nervosismo, parestesia, sonolência, bronquite, dispneia, epistaxe, edema pulmonar, faringite, pneumonia, rinite, sinusite, pele seca, eczema, herpes-zóster, erupção maculopapulosa, prurido, seborreia, descoloração da pele, sudoração/aumento da sudoração, erupção vesicobolhosa, anormalidades visuais, conjuntivite, dor de ouvido, dor ocular, disúria, e hematúria.