PROTAMINA Informações da substância

Ações terapêuticas

Antagonista da heparina.

Propriedades

As protaminas são proteínas de baixo peso molecular com um alto conteúdo do aminoácido arginina em sua estrutura, sendo sua principal fonte de extração os testículos de certas variedades de salmão. Estas proteínas unem-se à heparina, formando complexos que neutralizam seu efeito, sem ação anticoagulante. A protamina não anula o efeito dos anticumarínicos orais. A protamina é inativada enzimaticamente no plasma, elimina-se fundamentalmente por via renal e, em menor grau, por via hepática e biliar.

Indicações

Inativação da heparina no caso de hemorragias devidas à administração desta última por via intravenosa ou subcutânea.

Posologia

A protamina é aplicada por via intravenosa de modo bastante lento, sendo que a dose necessária depende da quantidade de heparina e do tempo transcorrido desde sua administração. Caso seja desconhecida a concentração de heparina, deve-se administrar, por via intravenosa lenta, a quantidade de protamina necessária para neutralizar 1.000UI (unidades internacionais) de heparina; esta dose é requerida para normalizar o tempo de protrombina ou tempo de tromboplastina parcial.

Superdosagem

O sintoma de superdose por protamina são as hemorragias, dado o seu efeito anticoagulante. Não obstante, estas podem ser controladas com administração controlada de heparina até a normalização do tempo de protrombina.

Reações adversas

Os efeitos principais compreendem hipotensão arterial durante a administração, alergia, particularmente em pacientes alérgicos a peixes, ou vasectomizados.

Precauções

Devido ao possível desenvolvimento de reações alérgicas à protamina, aconselha-se antes de iniciar o tratamento, administrar uma dose-teste e uma medicação com efeito antialérgico. Caso ocorra reação ou choque anafilático, empregar corticoides, adrenalina etc.

Interações

A administração simultânea de protamina com antibióticos ou meios de contrastes pode acarretar diminuição das concentrações plasmáticas destes últimos, pela formação de complexos que sofrem precipitação.

Contraindicações

Hipersensibilidade conhecida ao fármaco.

Remédio que contêm Protamina