SALICíLICO, áCIDO Informações da substância

Ações terapêuticas

Queratolítico, antiacneico, antisseborreico, antipsoriásico.

Propriedades

O ácido salicílico facilita a descamação ao dissolver o cimento intercelular que une as escamas no extrato córneo, deixando que a queratina se desprenda. Este efeito queratolítico pode proporcionar uma ação antifúngica pois, ao eliminar o extrato córneo, o crescimento de fungos é suprimido e ajuda a penetração de outros fármacos antifúngicos. Tem, além disso, uma leve ação antisséptica.

Indicações

Acne comum (na forma de gel, loção, pomada ou sabonete). Dermatite seborreica, psoríase. Coadjuvante de uso tópico no tratamento de doenças cutâneas hiperqueratóticas.

Posologia

Gel: como antiacneico ou antipsoriásico, 1 vez ao dia, como queratolítico; é preferível também aplicar uma bandagem oclusiva. Loção: como antisseborreico, no couro cabeludo, 1 a 2 vezes ao dia. A pomada, o sabonete, o xampu e a solução serão utilizados conforme critério médico. Como é absorvido através da pele, não deve ser aplicado sobre grandes zonas do corpo ou durante longos períodos, principalmente em crianças. Antes da unção com gel, deverão ser aplicadas compressas úmidas na zona afetada com o objetivo de potencializar seu efeito.

Reações adversas

Irritação cutânea não presente antes do tratamento. Sinais de salicilismo: confusão, tonturas, cefaleias graves ou contínuas, taquipneia ou zumbido nos ouvidos.

Precauções

Não usar sobre pintas, marcas de nascimento, verrugas não habituais sobre as quais cresce pelo, nem verrugas no rosto. Evitar o uso simultâneo com outras preparações antiacneicas tópicas ou que contenham exfoliantes. Recomenda-se precaução se forem utilizados fármacos que contenham ácido acetilsalicílico ou salicilatos. Seu uso tampouco é recomendável em pacientes com diabetes mellitus ou insuficiência circulatória, pois pode provocar inflamação aguda ou ulceração.

Interações

O uso simultâneo com preparações antiacnéicas que contenham resorcinol, enxofre, tretinoína, loções adstringentes, peróxido de benzoíla, cosméticos medicinais ou maquilagens pode originar um efeito dessecante ou irritante acumulativo e provocar uma irritação excessiva da pele. Se uma absorção sistêmica significativa de ácido salicílico tópico fosse produzida, o uso simultâneo de outros salicilatos poderia aumentar o risco de salicilismo.

Contraindicações

A relação risco-benefício deverá ser avaliada na presença de diabetes mellitus, doença vascular periférica e inflamação ou infecção cutânea.

Remédio que contêm Salicílico, ácido