VERALIPRIDA Informações da substância

Ações terapêuticas

Moderador dos sintomas do climatério.

Propriedades

É um derivado das ortopramidas que age como um agente antagonista da dopamina (antidopaminérgico), mas que também bloqueia a secreção de gonadotrofinas hipofisárias (antigonadotrófico). Administra-se por via oral a partir da qual absorve-se de forma quase completa (80%) e atinge seu pico sérico máximo entre 2 e 5 horas. Difunde-se ao plasma, possui uma meia-vida prolongada (4 horas). Sua principal via de eliminação é pela urina (44%) e parcialmente pelas fezes.

Indicações

Tratamento de sintomas associados com a menopausa.

Posologia

A dose aconselhada é de 100 mg por dia durante 20 dias. Esse esquema pode ser repetido depois de um intervalo de 7 a 10 dias sem medicar.

Efeitos secundários

Podem observar-se galactorréia, aumento de peso, sonolência, sedação, manifestações extrapiramidais, discinesias neuromusculares, nervosismo.

Precauções

Seu emprego não é aconselhável durante a gravidez e a lactação; lembrar que corrige algumas alterações que aparecem na menopausa. Não corrige o déficit estrogênico do climatério, que requer o emprego específico hormonal por via oral, parenteral ou tópico (curativo cutâneo).

Contraindicações

Patologias mamárias (displasias, neoplasias, doença de mastopatia cística, galactorreia), hipersensibilidade ao fármaco, síndromes hiperprolactinêmicas. Adenoma hipofisário.