TAVAFLOX - Interações medicamentosas

Sais de ferro ou antiácidos contendo magnésio e alumínio; Sucralfato. A biodisponibilidade de levofloxacino em comprimidos é significativamente reduzida na administração concomitante com sucralfato; Teofilina, fenbufeno ou antiinflamatórios não-esteroidais similares; Probenecida e cimetidina; Antagonistas da vitamina K; Reações adversas a medicamentos: Muito comum: Acima de 10% - Comum: de 1% a 10% - Incomum: de 0,1% a 1% - Raro: de 0,01% a 0,1% - Muito raro: menos que 0,01%. Casos isolados - Reações anafiláticas/anafilactóides, reações cutâneas; Incomum: prurido, erupção cutânea; Raro: urticária, broncoespasmo/dispnéia; Muito raro: angioedema, hipotensão, choque anafilático/anafilactóide, fotossensibilização; Casos Isolados: erupções bolhosas graves como Síndrome de Steven's Johnson, necrólise epidermal tóxica (Síndrome de Lyell's) e eritema multiforme exsudativo. Algumas vezes, as reações anafiláticas/anafilactóides e muco-cutâneas podem ocorrer mesmo após a primeira dose. - Gastrintestinal metabolismo: Comum: náusea, diarréia; Incomum: anorexia, vômito, dor abdominal, dispepsia; Raro: diarréia com sangue, que em casos muito raros pode ser indicativa de enterocolite, incluindo colite pseudomembranosa; Muito raro: hipoglicemia, particularmente em pacientes diabéticos. - Neurológica / Psiquiátrica: Incomum: cefaléia, tontura/vertigem, sonolência, insônia. Raro: depressão, ansiedade, reações psicóticas (por exemplo: alucinações), parestesia, tremor, agitação, confusão, convulsão. Muito raro: hipoestesia, distúrbios visuais e auditivos, distúrbios no paladar e olfato; Casos isolados: reações psicóticas com comportamentos de auto-risco, incluindo atos ou idealizações suicidas. - Cardiovascular: Raro: taquicardia, hipotensão. Muito raro: choque (anafilático/anafilactóide).