Índice Remédio VAC. ADS DIFTERIA, TET, PERT, E POLIO

Apresentações
Suspensão injetável.
- Cartucho contendo 1 seringa preenchida com 0,5 mL de suspensão.
- Cartucho contendo 20 seringas preenchidas com 0,5 mL de suspensão.
A vacina deve ser administrada por via intramuscular. Não utilize a vacina por via intravascular ou intradérmica. Recomenda-se a aplicação da vacina na região do músculo deltóide em crianças na idade entre 5 e 13 anos.
USO PEDIÁTRICO
Composição
Cada dose de 0,5 mL de vacina contém:
- Toxóide diftérico ≥ 30 UI
- Toxóide tetânico ≥ 40 UI
- Toxóide pertussis 25 mcg
- Hemaglutinina filamentosa de pertussis 25 mcg
- Poliovírus inativados do tipo 1 40 U.D.*
- Poliovírus inativados do tipo 2 8 U.D.*
- Poliovírus inativados do tipo 3 32 U.D.*
- Hidróxido de alumínio 0,30 mg
- Formaldeído 12,5 mcg
- 2-Fenoxietanol 2,5 mcL
- Meio de Hanks, água para injeção q.s.p. 0,5 mL
* U.D.: unidades de antíngeno D ou equivalente determinação antigênica quantitativa por método imunoquímico adequado.
Esta vacina pode conter traços de polimixina B, neomicina, estreptomicina, glutaraldeído e timerosal.
Indicações
Esta vacina é indicada como vacinação de reforço tardio (5ª dose) para crianças em idade pré-escolar (entre 5 e 11 anos) ou em pré-adolescentes (entre 11 e 13 anos) que foram previamente sensibilizados com vacinas celulares.
Esta vacina pode ser associada ou combinada à vacina Haemophilus influenzae b (conjugada).
Resultados de eficácia
Resposta imune após a injeção de reforço
Estudos de imunogenicidade em crianças têm demonstrado que após a primeira dose de reforço (12-18 meses), todos os bebês desenvolveram anticorpos protetores contra difteria ( > 0,1 UI/mL), tétano ( > 0,1 UI/mL), poliovírus (≥ 5 expresso por recíproco da diluição em soroneutralização).
O nível de soroconversão dos anticorpos anti-pertussis (títulos 4 vezes maiores que os títulos pré-vacinais) é de, no mínimo, 92,6% para PT (EIA) e 89,7% para FHA (EIA).
Após a dose de reforço entre 11 e 13 anos de idade, todas as crianças desenvolveram anticorpos protetores contra difteria ( > 0,1 UI/mL), tétano ( > 0,1 UI/mL) e poliovírus. A taxa de soroconversão de anticorpos contra pertussis (títulos 4 vezes maior que os títulos antes da vacinação) é de 95% para PT (EIA) e 91% para FHA (EIA).
Caract farmacológicas
Esta vacina é indicada como vacinação de reforço tardio (5ª dose) para crianças em idade pré-escolar (entre 5 e 11 anos) ou em pré-adolescentes (entre 11 e 13 anos) que foram previamente sensibilizados com vacinas celulares.
Esta vacina contém dois antígenos purificados da bactéria Bordetella pertussis: toxóide pertussis (PTxd) e hemaglutinina filamentosa (FHA), combinados com um preparado de toxóide tetânico e toxóide diftérico adsorvidos em hidróxido de alumínio, e poliovírus inativados do tipo 1 (Mahoney), tipo 2 (MEF-1) e tipo 3 (Saukett) cultivados em linhagem de células VERO.
A principal diferença entre a tradicional vacina pertussis de células inteiras e a vacina acelular é que esta última contém dois antígenos altamente purificados da Bordetella pertussis, ao invés de bactérias "inteiras" mortas. Estes antígenos são alguns dos componentes da bactéria envolvidos no processo de virulência (moléculas de adesão, toxinas, etc.), cuja neutralização interfere diretamente na capacidade da Bordetella pertussis para colonizar e/ou causar doença.
Os componentes acelulares pertussis (PT e FHA) são extraídos de culturas de Bordetella pertussis, e então são purificados. A toxina pertussis (PT) é detoxificada com glutaraldeído. Ela se torna então o toxóide pertussis (PTxd). A FHA é natural. Foi demonstrado que PTxd e FHA são os dois componentes de maior importância para a proteção contra pertussis.
As toxinas diftérica e tetânica são detoxificadas com formaldeído e então são purificadas. A vacina poliomielite (inativada) é obtida pela propagação dos vírus tipos 1, 2 e 3 da poliomielite em células VERO, purificados e inativados com formaldeído.
Contraindicações
- Encefalopatias progressivas, com ou sem convulsões.
- Principais reações ocorridas nas primeiras 48 horas após uma injeção prévia da vacina:
- Febre a ≥ 40°C;
- Choro persistente e inconsolável;
- Convulsões com ou sem febre;
- Episódio Hipotônico-Hiporresponsivo.
Em alguns casos, a imunização pode ser completada com uma vacina que não contenha a valência pertussis.
- Reação de hipersensibilidade imediata após a aplicação de uma injeção prévia (urticária generalizada, Edema de Quinckes, choque anafilático)
- Hipersensibilidade a qualquer uma das substâncias ativas ou excipientes, à neomicina, à estreptomicina, à polimixina B, ao glutaraldeído e ao timerosal.
Advertências e precauções
- Não administrar a vacina por via intravascular: certifique-se de que a agulha não penetrou em um vaso sangüíneo. Não injetar por via intradérmica.
- A vacinação deve ser postergada em caso de febre, doença aguda, especialmente doenças infecciosas, ou doença crônica ativa.
- Histórico de convulsões febris não relacionadas ao uso anterior de vacina não é, por si só, uma contra-indicação para a vacinação.
Neste contexto, é especialmente importante monitorar a temperatura durante as 48 horas seguintes à vacinação e administrar um tratamento antipirético regularmente durante 48 horas.
- Pacientes com histórico de convulsões não febris não associadas à aplicação anterior de vacina, devem consultar um especialista antes de decidir realizar ou não a imunização.
- Crianças que apresentam imunossupressão congênita ou adquirida podem ser vacinadas, mas é necessário lembrar que a resposta à imunização será menor, dependendo do estado do sistema imune. Recomenda-se o adiamento da vacinação em crianças submetidas a tratamentos com imunossupressores (corticosteróides, antimitóticos, quimioterápicos, etc.) até que o tratamento seja concluído.
- Assim como para todas as vacinas injetáveis, tratamento médico apropriado e supervisão devem estar disponíveis para uso imediato em caso de uma rara reação anafilática após a administração da vacina.
- A vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis (acelular) e poliomielite1, 2 e 3 (inativada) deve ser administrada em local separado e em dia diferente da vacina Haemophilus influenzae b (conjugada) quando reações edematosas de membros inferiores ocorrerem após a injeção de vacinas contendo a valência Haemophilus influenzae b.
- Uso na gravidez e lactação: Não aplicável.
Uso em idosos, crianças e outros grupos de risco
Uso pediátrico:
Esta vacina é indicada como vacinação de reforço tardio (5ª dose) para crianças em idade pré-escolar (entre 5 e 11 anos) ou em pré-adolescentes (entre 11 e 13 anos) que foram previamente sensibilizados com vacinas celulares.
Uso em adultos e idosos:
Não aplicável.
Interações medicamentosas
Esta vacina pode ser administrada simultaneamente mas em locais diferentes com vacina sarampo, caxumba e rubéola (atenuada) ou vacina hepatite B (recombinante).
Esta vacina pode ser administrada em associação ou combinada com a vacina Haemophilus influenzae b (conjugada).
Cuidados de armazenamento
O produto deve ser armazenado em temperatura de +2°C a +8°C (em refrigerador). Não congelar.
Não use a vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis (acelular) e poliomielite 1, 2 e 3 (inativada) se notar uma colocação anormal ou a presença de partículas estranhas.
Prazo de validade:
3 anos.
Posologia e modo de usar
Modo de usar e cuidados de conservação depois de aberto
A vacina deve ser armazenada em temperatura de +2°C a +8°C (em refrigerador). Não deve ser congelada.
Antes de usar, agitar a vacina até obter uma suspensão de aspecto turvo-esbranquiçado homogênea.
Administrar por via intramuscular.
A vacina deve, preferencialmente, ser administrada na região do músculo deltóide em crianças na idade entre 5 e 13 anos.
Posologia
Esta vacina é indicada como vacinação de reforço tardio (5ª dose) para crianças em idade pré-escolar (entre 5 e 11 anos) ou em pré-adolescentes (entre 11 e 13 anos) que foram previamente sensibilizados com vacinas celulares.
As doses de reforço da vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis (acelular) e poliomielite 1, 2 e 3 (inativada) podem ser administradas reconstituindo a vacina Haemophilus influenzae b (conjugada) ou administradas simultaneamente com esta vacina em dois locais distintos de aplicação.
A administração da vacina deve ser feita por via intramuscular, certificando-se de que a agulha não penetre um vaso sangüíneo. Não utilizar as vias intravascular, subcutânea ou intradérmica.
Em crianças pequenas, recomenda-se aplicar a vacina por via intramuscular na região do músculo deltóide em crianças com idade entre 5 e 13 anos.
Reações adversas
Reações no local da injeção: dor, eritema, induração podem ocorrer em 48 horas após a vacinação.
Reações sistêmicas: febre ocasionalmente acima de 40°C, irritabilidade, sonolência, distúrbios na alimentação e sono, diarréia, vômito e choro inconsolável prolongado.
Mais raramente urticária, erupção cutânea, convulsões com ou sem febre foram observados em 48 horas após a vacinação.
Foram relatados episódios hipotônicos ou hipotônico-hiporresponsivos.
Reações edematosas dos membros inferiores foram relatadas após a administração de vacinas contendo a valência Haemophilus influenzae b. Estas reações podem ocorrer quando a vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis (acelular) e poliomielite 1, 2 e 3 (inativada) é administrada em combinação com a vacina Haemophilus influenzae b (conjugada). Estas reações consistem em edema com cianose ou púrpura transitória afetando todo o membro vacinado e algumas vezes o membro contralateral, aparecendo em algumas horas após a imunização, possivelmente durando algumas horas e resolvendo-se espontaneamente sem seqüela. Estas reações são algumas vezes acompanhadas de febre, dor e choro.
ATENÇÃO: ESTE É UM MEDICAMENTO NOVO E, EMBORA AS PESQUISAS TENHAM INDICADO EFICÁCIA E SEGURANÇA ACEITÁVEIS PARA COMERCIALIZAÇÃO, EFEITOS INDESEJÁVEIS E NÃO CONHECIDOS PODEM OCORRER. NESTE CASO, INFORME SEU MÉDICO.
Superdose
Não aplicável.
Dizeres legais
MS - 1.1300
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.

Adicionar um comentário

 
Strict Standards: Declaration of MY_Exceptions::show_404() should be compatible with CI_Exceptions::show_404($page = '', $log_error = true) in /home/farmacoinfo/public_html/br/application/core/MY_Exceptions.php on line 0

A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Undefined index: gracias

Filename: blocks/med_comentarios_form.php

Line Number: 16

*